Classification scheme

Recenseamento dos chefes de família.

Available actions

Reader available actions

 

Recenseamento dos chefes de família.

Description details

Record not reviewed.

Description level

Serie   Serie

Reference code

PT/AMMRA/CMMRA/H/005

Title type

Atribuído

Production dates

1931  to  1973 

Dimension and support

8 u.i. (8 cxs.) - papel

Extents

42 Livros

Scope and content

O decreto n.º 19694, de 5 de maio de 1931, organizava o recenseamento eleitoral. De acordo com o artigo 1º, a eleição dos vogais das juntas de freguesia, cabia aos cidadãos portugueses de ambos os sexos, com responsabilidade de chefes de família, e domiciliados na freguesia à mais de seis meses.Segundo o referido decreto, o estatuto de chefe de família encontrava-se dependente da existência de uma família contituída, ou da posse de habitação própria ou arrendada.Com a entrada em vigor do código civil de 1940, aprovado pelo decreto n.º 31095, de 31 de dezembro, a eleição das juntas de freguesia passa a ser regulada por este diploma, mas no essencial mantém-se o já estabelecido no decreto n.º 16694, continuando a eleição a ser feita pelos chefes de família, aumentando apenas o período de domiciliação na freguesia de seis para 12 meses.O recenseamento dos chefes de família efetuava-se em livros próprios, organizados por freguesias e ordem alfabética. Do registo faziam parte os seguintes campos:-Números; nomes; moradas; estado; idade, profissão; fundamento da inscrição e observações.